Moda do sabão de azeite faz com que restaurantes de Lisboa façam açordas com a água do banho do dono

António Marques 26 de Janeiro de 2013

A nova moda urbana são os produtos tradicionais, como sopas com o rótulo “como fazia a avozinha“ (há sex-shops que vendem vibradores high-tech iguais a um pepino com o rótulo “como a avozinha se masturbava“).

Agora a moda é o sabão de azeite e ervas aromáticas, pois o sabonete Dove já é uma cena bué pindérica para a fashion “beautiful people” lisboeta (qualquer dia o papel higiénico Renova Black é OUT e limpar o cu a folhas de eucalipto é IN!). O sabão, que custa 19 euros, mistura azeite, alho e salsa, pelo que basta ao leitor besuntar-se com pão alentejano de 3 dias, bacalhau cozido e 2 ovos, para virar uma açorda ambulante. E assim entra perfumado no Lux, enquanto o merdas malcheiroso que fede a sabonete D&G e perfume Armani é barrado pelo porteiro. AM

Tópicos

Últimas

Do arquivo