Miguel Relvas quer saber se o PS está disposto a vender a ADSE ao primeiro colombiano que aparecer na Portela

Vítor Elias 15 de Janeiro de 2013

Miguel Relvas olhou com satisfação a proposta de extinção da ADSE por parte de um responsável socialista, mas quer saber mais.

Concretamente, o ministro quer saber se o PS está disposto a dar o salto em frente na defesa do interesse nacional e vender a ADSE por tuta-e-meia ao primeiro colombiano-polaco-beirão-egípcio que aparecer na Portela com um cheque visado de 10 euros no bolso. Só então Miguel Relvas terá a certeza que o PS é um partido com o qual se pode contar em termos políticos, desportivos e tecnico-tácticos. Carlos Zorrinho, por seu turno, defende que Passos Coelho não tem mandato para falar da ADSE, para falar do PS, nem para escrever no “Facebook”. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK

Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo