Cavaco Silva pede aos juízes do TC para analisarem o OE 2013 à lareira com uma boa garrafa de vinho

Vítor Elias 3 de Janeiro de 2013

Cavaco Silva não pediu urgência ao Tribunal Constitucional relativamente à análise do Orçamento do Estado para 2013.

Ao que o IP apurou, o Presidente da República aconselhou os juízes do TC a acenderem a lareira, colocarem um disco do Barry White a tocar e abrirem uma boa garrafa de vinho, analisando o documento com calma, que é mais ou menos como ele analisa as leis promulgadas pelo Governo, sentado em frente de um aquecedor eléctrico e bebendo, com parcimónia, uma garrafa choca de Pedras Salgadas. Pela mesma razão, Cavaco Silva vai enviar o OE para Godinho Lopes, que tem o mesma rapidez de reflexos a analisar situações que um hipopótamo atordoado por uma seta tranquilizante. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo