Maioria dos portugueses vai passar o ‘réveillon’ num ‘panic room’

Vítor Elias 31 de Dezembro de 2012

Um estudo do Instituto do Planeamento e Desenvolvimento do Turismo revela que, este ano, a esmagadora maioria (96%) dos portugueses vai passar o “réveillon” em casa.

Mais concretamente, ao que o IP apurou, num “panic room”, ou seja, na arrecadação blindada para impedir a entrada de criminosos e gatunos (a.k.a cobradores e impostos). Aliás, tudo indica que os portugueses vão passar, não apenas o “réveillon”, mas todo o ano de 2013 enfiados no “panic room”, às espera dos “dias mais felizes” referidos por Passos Coelho no discurso (a.k.a. balelas) de Natal. Cavaco Silva também pondera esconder-se todo o ano num “panic room”, até porque ninguém daria pela diferença. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo