É tão barato despedir que até as SMS de despedimento vão ser pagas pelo funcionário

João Henrique 13 de Dezembro de 2012

O Governo vai reduzir as indemnizações por despedimento para 12 dias por ano de trabalho.

Além de pagar o custo das SMS de despedimento, o funcionário terá de pagar do seu bolso as despesas com os anúncios de jornal caso a empresa precise mais tarde de contratar um substituto, bem como as despesas com a Taxa Social Única do seu substituto e o seu respectivo ordenado durante um ano. “Eu nem estava a pensar despedir ninguém. Mas com estas novas regras, é irresistível. Vou aproveitar”, admitiu um empresário. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo