Estudo demonstra que o nariz da Maya pode aquecer um T4 quando ela mente

Vítor Elias 2 de Dezembro de 2012

Um estudo da Universidade de Granada concluiu que, quando as pessoas mentem, a temperatura dos seus narizes se altera, podendo aquecer ou arrefecer, dependendo do tipo de mentira que se conta.

O estudo revela, por exemplo, que basta a Maya dizer um certo tipo de mentira (“é claro que os meus seios são naturais”) para o seu nariz manter o apartamento onde vive a uma temperatura quase tropical, bastando depois dizer um outro tipo de mentira (“eu gosto de homens mais novos porque têm mais sentido de humor”) para o seu nariz refrigerar quatro grades de minis. Caso se prove que o aquecimento global é galopante, governos de todo o mundo vão tentar arrefecer o planeta em 2 graus celsius pedindo à Maya e ao Júlio Isidro que passem todo o dia a fazer um certo tipo de declarações enquanto secretários-de-Estado do Miguel Relvas. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo