Estado low cost só permite que cada português possua o que conseguir enfiar na bagagem de mão

Mário Botequilha 5 de Novembro de 2012

António José Seguro rejeitou a criação de um estado low cost mas o INIMIGO e a “Nova Gente” sabem que este conceito está prestes a ser posto em prática.

O ministério das finanças só vai permitir que cada contribuinte seja proprietário da roupa que tem no corpo e de um volume de bagagem de mão. Os objectos de metal detectados à entrada de edifícios públicos passam a ser património da segurança social. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo