Versão minimalista do Estado de Gaspar apenas tem Autoridade Tributária

Alexandre Parreira 1 de Novembro de 2012

A refundação do memorando pode, num caso limite, levar a uma versão minimalista do papel do Estado.

A proposta em que Vítor Gaspar tem andado a trabalhar prevê um Estado mínimo em que existe apenas uma única instituição – a Autoridade Tributária – e um único ministro no Governo – o próprio Gaspar. Até o Primeiro-ministro não estará a tempo inteiro para poupar na despesa e apenas trabalhará num regime de part-time. Tudo para reduzir a despesa ao máximo. Apesar desta drástica redução do Estado, o ministro não tem a certeza se será suficiente e, por isso, tem na manga uma versão nano-minimalista em que o Estado é apenas um NIB para onde os contribuintes transferem os impostos que pagam. AP
SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo