Ladrões que gostam de aparecer nas notícias adiam crimes por causa da greve da agência Lusa

João Henrique 18 de Outubro de 2012

A suspensão do serviço noticioso da Lusa devido à greve de 4 dias dos trabalhadores está a paralisar a actividade dos profissionais do sector do crime.

“Isto não é só roubar, é também sentir que o meu trabalho chega às pessoas. Os jornalistas são uns calões. Se não deu na Lusa, não aconteceu. A explosão com gás da caixa Multibanco ficou marcada para segunda”, revelou um ladrão. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo