Pausas de Vítor Gaspar durante a apresentação do Orçamento de Estado significaram todas juntas um minuto de silêncio

Vítor Elias 15 de Outubro de 2012

As demoradas pausas entre as palavras nos discursos de Vítor Gaspar tiveram, hoje, um significado especial.

Todas juntas, constituíram um minuto de silêncio pela morte do país, sendo que, passado da frente para trás o discurso do ministro das Finanças, a apresentação soa a uma extrema-unção católica. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo