Barco para Marrocos transportava 500 toneladas de portugueses que queriam fugir do governo de Passos Coelho

João Henrique 3 de Outubro de 2012

A embarcação “Cigarra Piegas dos Mares” com 500 toneladas de portugueses naufragou hoje à chegada de Marrocos.

Registos oficiais indicam que esta foi a embarcação com mais passageiros portugueses desde o fatídico dia 7 de Setembro, quando Passos Coelho anunciou ao país mais medidas de austeridade. O barco, com carga em excesso, emitiu um pedido de ajuda e afundou-se por completo, sendo que as 500 toneladas de portugueses que se encontravam a bordo do barco faleceram. “O barco ia a caminho de Ceuta, exactamente no mesmo local onde as tropas portuguesas comandadas pelo rei D. João I desembarcaram em 1415 para conquistar a cidade. Só que desta vez, a única coisa que os portugueses queriam conquistar era um trabalho a servir às mesas em restaurantes marroquinos ou a escovar o pêlo, levar ao veterinário, mudar a água da box e apanhar cocós em agências de aluguer de dromedários para turistas”, desabafou uma viúva. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo