Meta orçamental só será atingida com recurso ao doping

Mário Botequilha 31 de Julho de 2012

A Unidade Técnica de Apoio Orçamental avisou hoje, para quem não sabia, que não há dinheiro.

Segundo a UTAO, as receitas do fisco e da segurança social no primeiro semestre do ano estão muito abaixo do esperado e atingir a meta orçamentada para os impostos de 2012 é uma tarefa só ao alcance “de quem dá forte e feio nos esteróides anabolizantes, nos barris de proteínas ou no vinho ao penalty”, lê-se na página 14 do relatório. Os técnicos de apoio à comissão parlamentar do Orçamento condenam o recurso ao doping e as alusões de que há atletas a limpar medalhas olímpicas com recurso a sandes de courato e aguardente de medronho cinco minutos antes das provas. “No entanto, dada a profunda crise em que o país está a afogar-se, não seria mal visto telefonar a um daqueles tipos da Volta a França apanhados pelo controlo do xixi para o copinho, que juram que nunca tomaram nada, para lhes perguntar quem é que não lhes arranjou daquilo que eles nunca tomaram”, sugerem na página 31. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo