Excesso de gordos no Hemisfério Norte está a entortar a terra

João Henrique 19 de Julho de 2012

Depois de milhares de anos sem problemas, o planeta Terra está a passar por preocupantes desequilíbrios estruturais ao nível da crosta terrestre.

Numa altura em que o número de obesos no mundo supera o de famintos, 1500 milhões contra 925 milhões, dados da Cruz Vermelha, as autoridades já consideram à boca pequena que é necessário mudar as prioridades e passar a investir um pouco mais em campanhas contra a obesidade em vez de lutar contra a desnutrição. A pressão exercida pelos obesos no Hemisfério Norte está a criar ondas sísmicas e grandes fissuras nas camadas rochosas que cobrem toda a superfície da terra e poderá ter consequências catastróficas. “Ou reduzimos o número de gordos no Hemisfério Norte ou temos de colocar metade deles no Hemisfério Sul para fazer equilíbrio para o planeta não tombar”, enunciou um geólogo. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo