Deus tenta melhorar popularidade nas sondagens com promessa de que tempo perdido em filas de trânsito e publicidade em clips do YouTube poderá ser deduzido na hora da morte

João Henrique 18 de Julho de 2012

Deus está com menos popularidade que Cavaco Silva e está a tentar reverter a situação.

Sabendo que a vida moderna está a levar o ser humano a perder cada vez mais tempo com coisas que não interessam em vez de aproveitar a vida na máxima plenitude, Deus prometeu um sistema de deduções atractivo e justo. “Na hora da morte, vocês poderão ter ainda mais um tempinho de vida. Tempo passado na net a conversar com gajas que não conseguiram levar para a cama, Loja do Cidadão, filas de trãnsito, Prós e Contras, Rui Santos, jogos de futebol que ficaram empatados 0-0 e reuniões pode ser deduzido. Tempo perdido no Facebook não pode ser deduzido. Aprendessem a ocultar do feed de notícias as pessoas que não dizem nada de jeito”, informou Deus. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo