UE vai dar 16 mil milhões de euros ao Afeganistão pois uma terrível seca destruiu as colheitas de heroína deste ano

António Marques 12 de Julho de 2012

Os doadores internacionais do Afeganistão (após doarem milhões comem uma sandes de panado e bebem um sumo de laranja para restabelecerem as forças, estando os países gays proibidos de fazer doações) vão dar 16 mil milhões ao país.

Em troca, o governo afegão de Hamid Karzai (que pediu emprestado ao Abrunhosa o chapéu ridículo que este usava nos anos 90), jura defender a boa governação, os direitos humanos (os doadores não devem ter visto o vídeo da rapariga afegã a levar com uma bala nos miolos, que passou até no Gosto Disto), o Estado de Direito e acabar com a corrupção e a má gestão financeira (devem ter sido também estas as promessas que Portugal fez à “troika” para receber os 75 mil milhões). 50% do empréstimo será dado aos agricultores afegãos que cultivam ópio em 90% do país, depois transformado em heroína. Também em Portugal há bué de jovens agricultores que cultivam droga nas terras compradas com subsídios da UE. Aqueles putos a quem Cristas deu terras já têm mais guito que o CR7. A.M

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo