Relvas fez Volta à França em bicicleta em apenas três dias

Mário Botequilha 9 de Julho de 2012

O ministro da presidência foi cardeal, inventor do rodízio e camisola amarela do Tour e ninguém sabia.

O currículo de Miguel Relvas continua a revelar-se uma espécie de arca XXXL de Fernando Pessoa. Uma investigação INIMIGO PÚBLICO/Cartas da Maya – O Dilema apurou que o número 2 de Passos Coelho requereu, à organização da Volta à França, a equivalência a camisola amarela, três prémios da montanha de primeira categoria, um quarto lugar na mítica etapa de ‘Alpe d’Huez e oito frases “Allez Relvas! On t’aime!” escritas por fãs no asfalto. O conselho científico do Tour concedeu a Relvas os créditos correspondentes à sua experiência como cicloturista numas férias de Verão no campismo da Caparica, em 1982, e os dois quilómetros que pedalou na bicicleta do ginásio de culturismo, entre 2004 e 2007. Graças ao processo de Bolonha, foi aprovado com a classificação de “mérito & gabarito” e é o único ciclista do mundo a ter completado o Tour em três dias sem a ajuda de esteróides ou de um motor de 1100 cc. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo