Marchas populares são hoje às 21 horas (ou às 3 da manhã segundo os contadores da EDP)

Mário Botequilha 12 de Junho de 2012

480 mil clientes da EDP, com tarifas bi-horária e tri-horária, foram vítimas de contadores que ainda são parentes de Vale Azevedo por parte de uma tia.

Os contadores têm tecnologia da NASA, do CERN e do senhor de pêra e bigode da SIC que mostra os telemóveis novos mas não sabem dizer a data, nem a hora, nem se são animal, vegetal, mineral ou um fungo. Neste momento, está instalado o caos nas marchas populares, que estavam previstas para ter início às 21 horas de Lisboa, 20 horas de Ponta Delgada e 3 da manhã num contador com tarifa bi-horária de Ovar. O regulador do sector promete ser implacável com a EDP, tem centenas de contadores de contadores a contar contadores e conta apresentar um relatório sobre o assunto em 2015, bem como uma coima avultada que é coisa para chegar aos 15 cêntimos. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo