Estudo revela que o programa Novas Oportunidades apenas assegurou trabalho à pessoa que realizou o estudo

Vítor Elias 23 de Maio de 2012

Um estudo revelou que o programa Novas Oportunidades praticamente não criou empregos.

Segundo o estudo, a que o IP teve acesso através de recortes de jornal do Jorge Silva Carvalho, o programa apenas deu emprego ao investigador que fez o estudo, e ainda por cima trabalho precário, pois agora que o estudo acabou já não tem mais nada que fazer, restando-lhe apenas poder estudar, daqui a anos, o impacto do programa “A Tua Cara Não Me É Estranha” na carreira da Luciana Abreu. Em defesa do programa, fontes do PS asseguraram ao IP que as Novas Oportunidades nunca tiveram a intenção de alcançar resultados práticos, sendo assim como que uma filosofia do conhecimento ou um daqueles acampamentos de indignados onde se ensina a engatar parceiros em locais públicos e a violar velhinhas em locais fechados e com pouca ventilação. De referir que os redactores do IP juntaram todos os recortes do Silva Carvalho e fizeram uma belíssima manta de “patchwork”. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo