Bombeiros a vender rifas nos semáforos envolvem-se em confrontos com marinheiros a pedir gasóleo para submarinos

Mário Botequilha 14 de Maio de 2012

Vários cruzamentos com semáforos, nas principais cidades portuguesas, foram hoje palcos de violentos confrontos entre bombeiros, marinheiros, veteranos de guerra, exército de salvação, vendedores de pensos rápidos e um ex-chefe da secreta que estava a oferecer relatórios sigilosos do SIED aos automobilistas.

Marinheiros, fuzileiros e o ministro Aguiar Branco reagiram, deste modo, à notícia de hoje de que os submarinos Tridente e Arpão estão parados por falta de combustível. As forças da Marinha tentaram abancar nos melhores locais para promover agressivamente a campanha “Dê gasóleo. Pergunte-me como.”. Os bombeiros, que vendiam rifas para comprarem uma ambulância e um espremedor de citrinos, não cederam terreno e acabaram por triunfar com a chegada de reforços dos distribuidores de jornais gratuitos e de dois lavadores de pára-brisas veteranos da Chechénia e do túnel da Luz. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo