Paulo Pereira Cristóvão envolvido no golpe de Estado na Guiné-Bissau

João Henrique 27 de Abril de 2012

O vice-presidente do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão, foi constituído arguido esta sexta-feira na sequência das buscas da Polícia Judiciária na SAD leonina no âmbito do “caso Gomes Júnior”.

Segundo a PJ, vários funcionários da empresa de segurança de Paulo Pereira Cristóvão invadiram ontem a residência do primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Carlos Gomes Júnior, que terá sido levado dentro de uma ‘pick-up’ para destino desconhecido. O comando militar de Paulo Pereira Cristóvão terá dado um sumiço no Presidente interino, Raimundo Pereira, e tomou o controlo da Rádio Nacional da Guiné Bissau para emitir a primeira senha da revolução guineense: o hino do Sporting cantado por Maria José Valério. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo