Americana que se casou com ela própria divorciou-se dela própria um mês depois, alegando diferenças irreconciliáveis consigo mesma

António Marques 21 de Abril de 2012

Uma americana de 36 anos, Nadine Schweigert, farta de ver as irmãs, primas e amigas casarem (com todas as flores atiradas pelas noivas que apanhou, Nadine abriu uma florista!), decidiu que não precisava de homens para ser feliz.

Nadine não optou pela solução óbvia, que era tornar-se fufa e casar com uma mulher mas decidiu casar-se com ela própria. No dia da boda, retirou os espelhos de casa, pois dava azar ver-se a ela própria vestida de noiva antes do casamento. Diante de 500 convidados, metade dos quais eram familiares e amigos dela e a outra metade eram familiares e amigos dela, trocou juras de amor eterno com ela própria. Na altura do “pode beijar a noiva”, beijou um espelho e chocou o padre ao dar-se um auto-linguado. O casamento foi animado, tendo Nadine dançado com ela mesma ao som de “Dancing With Myself “ de Billy Idol. A feliz recém-casada Nadine passou uma maravilhosa lua-de-mel sozinha em Cuba. AM

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo