Cartier anuncia loja em Lisboa e baixa meio cêntimo nas jóias e relógios

Mário Botequilha 27 de Março de 2012

Há dias de sorte: a joalharia Cartier confirmou que pretende abrir uma loja na Avenida da Liberdade, em Lisboa, já no próximo ano.

A célebre marca de luxo viu uma oportunidade nas manifestações sindicais, de indignados e pensionistas que estão sempre a percorrer esta artéria de Lisboa e quer aproveitar todo este movimento para despachar relógios à Rui Santos e joalharia tipo Ricardo Quaresma. E a marca francesa entra a matar no mercado português: a Cartier anuncia desde já uma baixa brutal de meio cêntimo em todas as suas colecções, que pode chegar aos dois terços de cêntimo nos acessórios e aos 87% de cêntimo nas canetas. “Eles vêm cá rebentar com a gente”, queixa-se a concorrência do mercado da Praça de Espanha. “A gente não tem margem para fazer descontos malucos de meio cêntimo nos broches. Nas gargantilhas idem. Nos anéis de noiva ‘tá quieto. A Cartier vem matar o pequeno comércio, podes crer.” MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo