Cientistas do CERN reconhecem que neutrinos afinal são mais lentos do que a luz e foram criados por Deus

Vítor Elias 3 de Março de 2012

Os cientistas do CERN reconheceram que apenas captaram neutrinos a viajar mais depressa do que a luz devido a dados erróneos provocados por duas ligações eléctricas defeituosas.

Ao que o IP apurou, os cientistas chamaram então um electricista português que produz muito mais no Luxemburgo do que cá e, após vistoriarem o Grande Colisor de Hádrons, concluíram que a maquineta está mais avariada que um avião da TAAG e que, afinal, ao contrário do que pensavam, todos os minúsculos neutrinos foram feitos por Deus, sendo uma espécie de caspa do Criador. Os cientistas perceberam finalmente que o famoso Bosão de Higgs que perseguiam é na realidade o arcanjo Gabriel ou a jornalista da Rádio Renascença Aura Miguel e prometeram usar doravante as instalações subterrâneas do CERN como catacumbas cristãs. Um dos cientistas protestou contra esta nova utilidade do CERN, mas foi rapidamente imobilizado pelos seus colegas e exorcizado, tendo ficado liberto da influência de Satanás e do bloquista Fernando Rosas. VE



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Tópicos

Últimas

Do arquivo