Pepe garante que foi incentivado a pisar Messi pela CGTP

Mário Botequilha 20 de Janeiro de 2012

A guerra fratricida entre as duas centrais sindicais está ao rubro. João Proença, da UGT, disse que foi incitado por dirigentes da CGTP a assinar o acordo de concertação social e vai ser processado por Carvalho da Silva, que também exigiu que ele devolvesse os DVD do “Phineas & Ferb” que lhe tinha emprestado.

Há poucas horas, a “Marca” avançava uma explicação para mais um ataque de fúria homicida de Pepe no Real Madrid x Barcelona: o futebolista chamou os jornalistas para confessar que foi incentivado por altos quadros da CGTP a pisar a mão de Messi, a chamar nomes à mãe dele e a baixar-lhe os calções durante a marcação de cantos. A CGTP diz que Pepe está feito com Proença e que vai processá-lo. MB



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo