‘A Bola’ considera Jorge Jesus ‘génio dos génios’ técnico-tácticos

Vítor Elias 10 de Janeiro de 2012

Um documentário oficial difundido em Pyonhyang descreveu o novo líder norte-coreano, Kim Jong-un, como o “génio dos génios” em questões militares, apesar de não ter qualquer experiência na área.

Por cá, o jornal “A Bola”, que vive num estado de surrealismo vermelho semelhante ao da Coreia do Norte, reagiu à subida do Benfica ao primeiro lugar do campeonato nacional descrevendo Jorge Jesus, o “querido mister”, como o “génio dos génios das questões técnico-tácticas”, apesar de não ter praticamente nenhuma experiência na Champions League, isto no dia em que Pep Guardiola vai receber da FIFA o prémio de melhor treinador do mundo. Ainda segundo “A Bola”, no dia em que Jorge Jesus se retirar do futebol ursos enlutados, corvos chorosos, achigãs do Alqueva e nemátodos do pinheiro vão chorar a sua reforma, pois o “querido mister” terá a poder de controlar o tempo, as alterações climáticas e os resultados do Eurofestival da Canção. VE



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.



Tópicos

Últimas

Do arquivo