Pai Natal faz ultimato nas SCUTS

Mário Botequilha 23 de Dezembro de 2011

“Só ponho aí os pés se me derem um identificador.” O ultimato é do Pai Natal, um homem que, além de ser pai e de ser Natal, também é indignado.

Em conversa com o INIMIGO a partir da Lapónia (tradução de Nuno Rogeiro), o Pai Natal garante que não paga portagens nas antigas SCUT e avisa: “Não estejam à espera que eu meta pela 125 porque eu chego a Ayamonte, faço a revienga, upa para cima, Olivença, Badajoz, compro caramelos dos que ficam colados à placa, Salamanca, uma sandocha de jámon e ala que se faz tarde! Querem peúgas e sabonetes debaixo da árvore? Peçam ao Álvaro!” O Pai Natal não apoia quem anda aos tiros aos pórticos das auto-estradas mas avisa que “mais depressa me apanham a ver um jogo de bola na jaula da Luz ou a enrolar e a desenrolar os braços como fazem aquelas senhoras indefesas no programa da Goucha e da Cristina, do que a arrotar portagens na A24”. Mas há mais: “um tipo vai todo lampeiro no trenó e choca de frente com uma das 814 rotundas ajardinadas do Fernando Ruas. A rena vai de charola para o hospital de Viseu e eu arroto 10 euricos de taxa moderadora! Eu sou o Pai Natal, chiça! Não sou o Américo Amorim!” MB



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Tópicos

Últimas

Do arquivo