Austeridade leva solos de guitarra dos novos temas dos Metallica a durarem pouco mais de um dia

Vítor Elias 13 de Dezembro de 2011

Para celebrarem os 30 anos de actividade os Metallica lançaram esta terça-feira quatro temas inéditos.

Porém, percebe-se que a austeridade também chegou à mais popular banda de heavy-metal do mundo, afectando os famosos solos de guitarra de James Hetfield e Kirk Hammett, que costumam durar mais que um discurso do Jorge Sampaio ou mesmo que o “Tempo Extra” do Rui Santos (primo do Kirk Hammett, como se pode facilmente perceber pelos cabelos). De facto, quem descarregar hoje no iTunes o tema “Rebel Of Babylon” perceberá que o solo de Kirk Hammett dura apenas até quinta-feira à tarde, o que mostra como a austeridade levou a banda a cortar no tempo de gravação das músicas. Já o solo de guitarra do tema “Hate Train” dura ainda menos, aproximadamente o mesmo tempo que demora o ministro Álvaro Santos Pereira a desdizer-se (um dia e picos), pelo que milhares de habitantes de Almada, Barreiro e Corroios temem que a integridade da sua banda preferida possa estar comprometida, marcando uma semana de luta durante a qual vão tocar o riff de abertura do clássico tema dos Metallica “… And Justice For All”. VE



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo