“Melancolia”, de Lars Von Trier é tão pedante, que faz “A árvore da vida”, de Malick, parecer uma comédia do Parque Mayer

António Marques 10 de Dezembro de 2011

Estreou “ Melancolia”, o novo filme de Lars Von Trier, mais uma obra pedante, que fala de um planeta que choca com a Terra e que estava escondido atrás das mamas da stripper da Casa dos Segredos (mas tem a Kirsten Dunst!

Se a Kirsten entrasse numa comédia do Parque Mayer e estivesse 2 horas vestida de peixeira, de cabaz na cabeça, mão na anca, aos berros com o Fernando Mendes, o repórter ia a todas as sessões diárias!). Lars Von Trier, que no último Festival de Cannes chocou o mundo ao dizer que tinha simpatia por Hitler mostrou que não aprendeu a lição, pois na conferência de imprensa afirmou que tinha simpatia pelas medidas de austeridade de Passos Coelho e que admirava o trabalho de Vitor Pereira no Porto! AM



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo