Isaltino Morais interporá apenas 0,5 recursos judiciais por mês quando acabarem os feriados e as pontes

Vítor Elias 5 de Dezembro de 2011

Isaltino Morais tem interposto um recurso por mês desde que foi condenado em 2009 a sete anos de prisão pelo Tribunal de Oeiras. Porém, ao que o IP apurou, a produtividade do autarca poderá diminuir com as novas medidas do Governo.

Isaltino Morais recorre aos tribunais apenas nas horas livres, que serão drasticamente reduzidas pela supressão de vários feriados e pontes associadas, ficando assim impossibilitado de exercer com competência os seus direitos de defesa. O congelamento de salários na função pública e o corte do subsídio de férias e de Natal poderá ainda fazer com que Isaltino tenha menos rendimentos para pagar à sua equipa de advogados, podendo ainda, no limite, interpor um mero recurso judicial a cada dois meses. Caso as medidas de austeridade aumentem, como é previsível, os recursos de Isaltino Morais poderão acabar por ser como as amêijoas, apenas se devendo interpor nos meses com ‘r’. VE



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo