Astrólogos baixam preço das consultas por causa da crise e cobram 50 euros por previsões más e 200 euros por previsões boas

António Marques 11 de Novembro de 2011

Numa altura de incerteza, os portugueses vão a astrólogos, para saber o destino (o IP recomenda o melhor livro astrológico do mercado, o OE 2012, dos cartomantes Professor Passos e Professor Gaspar, o nosso futuro está lá todo escrito).

O repórter do IP visitou a Madame Min, cujo negócio corre tão bem que já não voa numa vassoura, mas num moderno aspirador Rowenta: “ O cliente escolhe entre uma boa carta astrológica, que custa 100 euros ou uma má carta astrológica, 50 euros! Por 200 euros tem direito às benéficas cartas O Mago, A Sacerdotiza, O Sol ou A Estrela, por 50 euros leva as terríveis cartas A Torre, O Diabo, O Enforcado ou A Morte! “. O repórter deu 5 euros e o seu futuro era trabalhar até os 80 anos no IP e casar com uma gorda do Peso Pesado. Após dar 500 euros à bruxa, o repórter descobriu com alegria que vai ser contratado pelo Expresso e casar com a Isabel Figueira. A.M



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo