Famílias optam por fazer férias noutra altura do ano para escapar ao corte no subsídio

Alexandre Parreira 23 de Outubro de 2011

Muitas famílias portuguesas estão a marcar férias para uma época do ano diferente do habitual para tentar escapar ao corte no subsídio.

“Eu estou a pensar passar férias, discretamente, todos sábados de manhã entre as 9 e o meio-dia de Janeiro a Maio”, revelou um funcionário público que está no quadro de excedentários desde 2008 e, mesmo assim, consegue chegar a casa ao final do dia completamente exausto. No caso dos desempregados, há quem use outras estratégias para contornar a crise. Muitos aproveitam para ir à praia nas horas menos concorridas para poupar. Por exemplo, irem à Costa da Caparica entre as duas e as quatro da manhã. Não têm que disputar o areal com ninguém, não precisam de levar comida para o almoço e não gastam de protector solar. AP



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo