IVA a 23%: finanças obrigam portugueses a jantar fora para cobrir défice

Mário Botequilha 17 de Outubro de 2011

Cada português vai ter de almoçar ou jantar fora duas vezes em 2012, com o IVA da restauração já a 23%, para o Estado conseguir amealhar receita fiscal suficiente para descer o défice aos 4,5% do PIB.

Segundo contas das finanças, se cada português for jantar fora e pedir couvert, queijito, duas entradas, menu de degustação, dois vinhos, uma sopa feita pelo chef teenager que aparece a vender panelas com Filipa Vacondeus, prato de peixe, prato de carne, fruta, sobremesa, palitos, charuto, se empurrar tudo com dois uísques e se o restaurante cobrar 23% de IVA e for a correr dá-los ao ministro Gaspar, Portugal pode tornar-se na Portugália da Europa e receber uma estrela Michelin da “troika”. MB



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo