Dia europeu sem carros substituído por dia europeu sem a Madeira

Mário Botequilha 21 de Setembro de 2011

O dia europeu sem carros, marcado para esta quinta-feira, foi cancelado. Considerado o caos provocado pelas dívidas escondidas por Alberto João Jardim, os organizadores preferiram convocar um dia europeu sem a Madeira, um oásis para descansar dos outros 364 dias do ano em que os contribuintes são bombardeados com contas da construção civil madeirense e de pontas de lança croatas para o Marítimo.

“Que se lixe a pegada de carbono. Eu não quero pagar mais impostos para o Alberto João inaugurar chafarizes”, afirmou um automobilista que estava a pensar encostar o carro mas que optou por encostar a Madeira. O slogan, que já anda nas rádios e nas bocas dos lavadores de pára-brisas nos semáforos, é “Acabou-se a brincadeira. Adere ao dia europeu sem a Madeira.” MB




SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo