Reportagem IP sobre os mais loucos anos de Portugal: as festas com camelos, orgias romanas, criados vestidos com tangas de leopardo, regadas com champanhe e cocaína, realizadas por um casal de classe média nos tempos de Guterres

António Marques 11 de Setembro de 2011

A Sábado mostrou a forma como os loucos anos 20 foram vividos em Portugal. Nós somos pelintras em tudo, até nos excessos.

Ao pé dos anos 20 nos EUA, os anos 20 portugueses parecem a Grande Depressão! Os boémios, aristocratas e milionários da altura jantavam às 9 da noite, bebiam uns copos, snifavam umas linhas de coca, dançavam, davam uma queca e iam para casa às 5 da manhã, o que qualquer rapariga de 15 anos faz hoje no Bairro Alto! Já o IP conta a história da verdadeira orgia boémia da história portuguesa, os loucos anos 90 de António Guterres! Em 1996, um casal de classe média de Lisboa, professor e enfermeira, pediu um crédito pessoal ao BES, para festejar os anos da mulher. O casal alugou o Campo Pequeno, convidou 500 amigos e durante 100 dias houve banquetes, orgias, lutas de gladiadores e de animais. A música esteve a cargo dos Rolling Stones, Prince, David Bowie e George Michael. A.M




SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo