Medidas de cortes na despesa do Governo dadas como desaparecidas poderão ter sido raptadas por rede internacional

João Henrique 1 de Setembro de 2011

As medidas de cortes na despesa do Governo, que foram vistas pela última vez no Conselho de Ministros, estão desaparecidas desde ontem.

Soldados da GNR e cães pisteiros estão a realizar buscas, auxiliados por lanchas salva-vidas e helicópteros da Polícia Marítima, bombeiros, elementos da Cruz Vermelha e veículos todo-o-terreno da Protecção Civil. Já começaram a ser colados cartazes em todos os Lidl com o rosto das medidas desaparecidas. Poul Thomsen discorda da tese do rapto. “Vítor Gaspar não expressou emoção nem soltou lágrimas com o desaparecimento das medidas. Foi ele que limpou o sebo às medidas de corte da despesa. Deve ter usado um destruidor de papel daqueles potentes que cortam em tiras muito fininhas”, acusou Thomsen. JH




SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo