Recorde no preço do ouro obriga casais a celebrar bodas de ouro só aos 200 anos de casamento

Alexandre Parreira 21 de Agosto de 2011

Os recordes sucessivos do preço do ouro nos mercados internacionais está a mudar os hábitos de muitos casais.

As bodas de ouro, que normalmente se comemoram aos 50 anos de casamento, estão a ser adiadas para períodos mais longos que, em alguns casos, chegam a 200 anos. As bodas de diamante também foram adiadas. Agora, em vez dos tradicionais 60 anos, só são comemoradas quando o casal passa 350 anos de vida em comum. Estimativas do INIMIGO apontam para que, dentro de dois séculos, corresponda mais ou menos à idade de reforma. AP




SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo