Portuguesas estão a ir para a Índia para beber um pouco da cultura oriental, descobrirem o seu novo Eu e ao mesmo tempo colocar mamas novas porque só se paga 2 mil euros

João Henrique 9 de Julho de 2011

O mercado do turismo médico está em crescimento exponencial, sendo que a Índia já é líder, num mercado avaliado em 70 mil milhões de euros e com crescimento anual de 30%.

As turistas portuguesas também seguem esta tendência, atraídas pela sabedoria indiana milenar. “Aqui conquistei o equilíbrio da mente, afastei as energias negativas do meu corpo, evoluí organicamente, encontrei o espírito supremo, atingi a paz mental perfeita, alcancei o desprendimento dos desejos mundanos e a harmonia moral, reforcei a conexão com o cosmos e descobri que tenho uma missão neste planeta para cumprir. Saio daqui com um novo Eu de 350 mililitros em cada peito, uma peitaça boa como a da Sofia Vergara. Ter um novo Eu todo turbinadinho de uma ponta à outra fica três vezes mais barato na Índia que um novo Eu em Portugal”, afirmou uma apaixonada pela cultura oriental. JH

SIGA-NOS


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo