Sócrates culpa chumbo do PEC IV pela redução da população a seis milhões em 2100

Mário Botequilha 11 de Maio de 2011

O relatório “World Population Prospects: The 2010 Revision”, publicado hoje pelas Nações Unidas, revela que a população portuguesa deverá estar reduzida a seis milhões de residentes em 2100. O estudo da ONU vem ao encontro do “Retrato Territorial de Portugal 2009″, do Instituto Nacional de Estatística, divulgado ontem, que aponta no mesmo sentido apesar do fluxo migratório de argentinos para o Benfica.

José Sócrates não perdeu tempo e responsabilizou Passos Coelho pela disfunção eréctil generalizada dos portugueses. “Se o PSD, irresponsavelmente, não tivesse chumbado o PEC IV, as portuguesas e os portugueses iam mais vezes ao castigo e nasciam mais edites estrelas e zés lellos. É uma evidência biológica”, garantiu o primeiro-ministro. Na escalada verbal que se seguiu, o presidente social-democrata reagiu dizendo que “quem tem andado a manter relações sexuais à força toda com os portugueses, para usar um eufemismo, tem sido o engenheiro Sócrates. Mas eu, se for eleito, primeiro convido-os para jantar.” MB

SIGA-NOS


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo