Osama bin Laden perdeu a vontade de viver após o seu jogador preferido ter sido eliminado do campeonato do mundo de snooker

Vítor Elias 2 de Maio de 2011

Osama bin Laden era apenas um dos muitos milhões de pessoas em todo o mundo que não perderam pitada, nas últimas duas semanas, do campeonato mundial de snooker.

Ao que o IP apurou, o líder da Al-Qaeda apostava tudo em que o Rory McLeod, que considerava um sósia seu, conquistar este ano o Crucible Theatre, mas a dolorosa derrota de Rory McLeod contra o inevitável John Higgins desmoralizou Osama bin Laden e deixou-o sem vontade de viver. Assim, bin Laden terá deixado que os soldados norte-americanos o encontrassem e o cravejassem de balas, preferindo esses destino a ver esta segunda-feira à noite o ultra defensivo John Higgins ganhar o campeonato do mundo mais uma vez, desta vez contra Judd Trump. Osama bin Laden também gostava muito do Ronnie O´Sullivan, mas não acreditava que o “The Rocket” pudesse ganhar este ano o campeonato mundial, uma vez que Osama bin Laden reconhecia que nem ele próprio era suficientemente doido para acreditar nisso. VE

SIGA-NOS


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo