Adeptos do Benfica desconfiam que título de ‘catedrático do futebol’ de Jorge Jesus pode ter sido obtido na Universidade Independente

Vítor Elias 1 de Maio de 2011

Os adeptos do Benfica não perdoam a Jorge Jesus a eliminação nas meias-finais da Taça de Portugal, em pleno Estádio da Luz, às mãos do FC Porto.

Tanto assim que muitos já começam a desconfiar que o título de “catedrático do futebol”, que Jorge Jesus alardeava no ano passado, pode ter sido obtido na Universidade Independente ou ter sido entregue ao treinador do Benfica pelo Pinto da Costa, na forma de um “honoris causa”, como a Universidade de Coimbra fez ao Lula da Silva, deixando assim o clube encarnado preso a um treinador na realidade auto-didacta. De igual forma, os adeptos do Benfica começam a acreditar que o título nobiliárquico de “rei da táctica”, de que Jorge Jesus também se orgulhava, tem tanta valor como o título de “rei Ghob” ostentado por Francisco Leitão. VE

SIGA-NOS


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo