Novo desporto nacional: mercados financeiros

Inimigo Público 27 de Abril de 2011

Por Amigo do Inimigo

O sucesso recente do futebol nacional na Europa é pouco congruente com o fado português, pelo que os adeptos mais habituados às agruras do que ao êxito, viram-se agora para um novo desporto: os mercados financeiros.

Se até agora o que conheciam de linguagem financeira se resumia a “sáde” e mercado de Inverno e de Verão, doravante todo um novo léxico é adquirido pelo adepto português: leilão da dívida, rating, mercado secundário, yeild, default, bailout hedge fund,… No entanto, os dirigentes e técnicos do desporto mais antigo – o futebol, também eles tomam parte neste novo fenómeno. Assim Pinto da Costa considera “…que esses tipos das agências de rating são uns paineleiros comedores de hambúrgueres que nem sabem onde fica Portugal. Por mim mandava-lhes fruta fresca e o rating deles subia logo”. Já Luís Filipe Vieira vê na visita da troika “…mais uma conspiração dos gajos do Norte. Vejam hmm, se os três hmm não vêm do Norte! Por mim deixava os gajos às escuras aos papeis”. Já Jesus vê de forma positiva a vinda da troika, “…ao que ouvi eles vêm cá para nos rasgatar a dívida, assim com os númaros da dívida rasgatados, ninguém vai saber quanto devemos e vão ter que nos aperdoar”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo