José Sócrates rapta gatinho fofinho bebé e ameaça matá-lo caso o PEC IV não seja aprovado na Assembleia

João Henrique 22 de Março de 2011

Desesperado depois de ter testado todas as ameaças para convencer os partidos a aprovar o PEC IV, José Sócrates decidiu colocar os deputados perante o maior dilema moral das suas vidas.

José Sócrates, que repudiou as recentes notícias do Inimigo Público sobre si próprio e sobre o Benfica, mantém o gatinho refém em São Bento desde as 17 horas, altura em que o PSD revelou que vai apresentar um projeto de resolução contra a proposta do Governo. Em fax enviado à Lusa, José Sócrates afirmou que não teme represálias e que vai sacrificar a vida do gatinho amanhã, depois das 15 horas, caso o novo Programa de Estabilidade e Crescimento do Governo seja chumbado na Assembleia. Cavaco Silva já está a ser pressionado por dezenas de personalidades de todos os quadrantes políticos para salvar a vida do gatinho. Pedro Passos Coelho também já está a ser chantageado para salvar a vida de um pobre gato que ainda está em lactação e já prometeu que vai reflectir sobre o assunto até amanhã. José Sócrates tem estado na última hora a publicar vídeos na sua conta oficial do YouTube com o pequeno gato a comer ração, a beber leite e a brincar com o primeiro-ministro. JH

SIGA-NOS

Tópicos

Últimas

Do arquivo