Bombeiros chamados a combater fogo urbano na Rua de S. Bento

Inimigo Público 18 de Março de 2011

rui jacaré

Arrentela – Os bombeiros foram chamados a uma residência oficial onde deflagrou um incêndio durante a tarde. O sinistro, que lançou o pânico mas também o júbilo da população, teve lugar na rua de S. Bento, uma das artérias mais emblemáticas da capital (dizemos nós que nunca saímos de Pedrógão Pequeno).

Quem deu o alerta foi um vizinho –pediu o anonimato mas sabemos ser o Jorge Lacão – que achou estranho o fumo vindo de perto da residência. “Ainda pensei que era o deputado Ricardo Gonçalves a assar umas febras de porco do Continente. Mas logo via que não podia ser pois ele vai, de carroça de bois, todo o segundo sábado de cada mês à sua terra natal Província buscar batatas e azeite.” Segundo o comandante da corporação de bombeiros (um tipo de bigode e capacete que tentou manusear perigosamente sinónimos) que acudiu à ocorrência, o sinistro teve origem num sobreaquecimento das orelhas do inquilino oficial da residência. Todavia, a PJ foi chamada ao local por suspeita de fogo posto pois, na verdade, o inquilino – um antigo engenheiro civil da bela Cova da Beira – até tinha ido passar o fim-de-semana a Bruxelas.

Tópicos

Últimas

Do arquivo