Ministério das Finanças penhorou 183.433 salários e depois de ver o fraco pecúlio Teixeira dos Santos queixa-se a Sócrates que os portugueses ganham uma miséria

António Marques 9 de Março de 2011

As Finanças congelaram as contas de milhares de portugueses devedores ao fisco, como se fossem pequenos Mubaraks, mas não congela as grandes fortunas, que estão em off-shores das Ilhas Caimão, Ilhas Aligator, Ilhas Crocodilo, Ilhas Jacaré e Ilhas Lagartixa (o repórter do IP também escreve no Arrastão).

Agora, numa medida saída da cabeça do Jim Carrey e Jeff Daniels do Dumb & Dumber, as Finanças penhoraram 183.433 salários, de portugueses que iriam usar o salário para pagar os impostos e que serão despejados das casas porque os salários pagariam o empréstimo aos bancos. O IP falou com Teixeira dos Santos: “Eu estava à espera de cobrir 1% do défice com estes 180 mil salários, mas são todos de 450 euros! Descongelei logo os salários, não faço mais penhoras enquanto o Sócrates não subir o salário mínimo para 1000 euros! Aí sim vai valer a pena ficar com a massa dos portugueses!“. A.M

SIGA-NOS

Tópicos

Últimas

Do arquivo