Jovens da “geração à rasca” expulsos de Viseu por tentarem interromper um discurso de José Sócrates igual a todos os outros que ele faz

Vítor Elias 8 de Março de 2011

Uma dezena de jovens do movimento “Geração à Rasca” manifestou-se ontem em Viseu, durante um discurso de José Sócrates, tendo sido expulsos do recinto pelos seguranças.

Ao que o IP apurou, os segurança consideraram inadmissível que os jovens interrompessem o discurso do primeiro-ministro e impedissem os populares de Viseu de escutarem as palavras que José Sócrates repete, com um disco rachado ou um taxista lisboeta a falar das arbitragens nos jogos do FC Porto, em todos os discursos que têm feito nos últimos 5 anos. A população de Viseu, ainda segundo os seguranças, tinha o direito constitucional a serem informados que vivem no país que foi o último a entrar na crise internacional e o primeiro a sair dela, tendo ainda o direito a saber que as exportações estão a alavancar a nossa economia, cada vez mais atraente aos investidores estrangeiros, bem como que tudo o que se passa de mau no País, por pouco que seja, é culpa dos especuladores, dos botabaixistas e da Manuela Ferreira Leite. Os jovens manifestantes esperam agora serem condenados a uma longa pena de prisão para, pelo menos por 7 ou 8 anos, terem alguma estabilidade nas suas vidas. VE

SIGA-NOS

Tópicos

Últimas

Do arquivo