Vaga incontrolável de arrombamentos de portas em casas de pessoas desaparecidas porque não postavam nada no Facebook há 15 minutos

João Henrique 15 de Fevereiro de 2011

A vaga recente de idosos encontrados em casa e que já estavam mortos há algum tempo está a levar o país à histeria, ao excesso de zelo e a um aumento fabuloso da facturação da empresa Chaves do Areeiro.

A moda recente das redes sociais e a permanente presença online das pessoas está a aumentar ainda mais a paranóia. “Durante 15 minutos seguidos, um amigo meu não disse nada, não comentou nada, não fez likes, não postou nenhuma música do YouTube, não se tornou fã de causas parvas e esteve ausente do chat do Facebook. Pensei logo que estaria morto. Fui a casa dele, arrombei a porta e vi que estava vivo. Depois voltei para minha casa e vi que tinha a porta arrombada por um amigo preocupado com a minha ausência”, afirmou um viciado em redes sociais. JH

SIGA-NOS

Tópicos

Últimas

Do arquivo