Esfinge de Gizé foge dos confrontos no Cairo e parte o resto da cabeça

Inimigo Público 10 de Fevereiro de 2011

Por Jetplane

Farta de milénios de guerras, golpes de estado, terramotos e depois dos canhões de Napoleão lhe partirem o nariz, a velha esfinge desta vez não aguentou. Com a proximidade dos manifestantes e temendo o pior, deu um salto em direcção ao Nilo e partiu a cabeça e uma clavícula. A esfinge está agora de braço ao peito, seguindo-se uma recuperação de pelo menos 500 anos.

Tópicos

Últimas

Do arquivo