Governo quer tornar despedimentos mais baratos porque estamos em época de saldos

Vítor Elias 27 de Janeiro de 2011

O Governo pretende que, em caso de despedimento, as empresas apenas tenham de pagar aos trabalhadores 20 dias de salário por cada ano de antiguidade, em vez dos 30 dias que a actual lei obriga, tornando assim os despedimentos mais baratos.

Esta medida, ao que o IP apurou junto de José Sócrates, apenas vigorará enquanto durar a época de saldos, que os patrões poderão aproveitar para despedir os funcionários com 50%, 60% ou mesmo 70% de desconto, aproveitando para escoarem os funcionários de outras estações (mais de 35 anos de idade) ou com defeito (sindicalizados). Finda a época de saldos, os patrões apenas poderão fazer promoções ou livrarem-se de todos os funcionários invocando “fim de stock” ou “motivo de obras”. VE

SIGA-NOS

Tópicos

Últimas

Do arquivo