Sócrates está tão orgulhoso com o défice abaixo de 7,3% que até vai candidatá-lo a Património da Humanidade

João Henrique 14 de Janeiro de 2011

O primeiro-ministro anunciou que o défice de 2010 vai ficar “claramente” abaixo dos 7,3% previstos inicialmente pelo Executivo, tendo sido apurada uma folga na execução orçamental do ano passado de cerca de 800 milhões de euros.

Os resultados preliminares das principais áreas da execução orçamental levaram José Sócrates a apresentar a candidatura do défice público de 2010 a Património da Humanidade pela UNESCO. “Esta candidatura visa preservar para todo o sempre uma obra de excepcional importância cultural, civilizacional e natural que servirá de referência e um motivo de orgulho para as gerações vindouras. Comparado com a Muralha da China, Estátua da Liberdade e Pirâmides de Gizé, o défice público de 2010 não fica nada atrás, muito pelo contrário”, declarou Sócrates. JH

Seja fã do Inimigo Público no Facebook

Tópicos

Últimas

Do arquivo