Repartições de Finanças oferecem IRS aos primeiros 100 contribuintes que apareçam nus

João Henrique 6 de Janeiro de 2011

O Ministério das Finanças decidiu imitar as lojas de roupa nos saldos e também já oferece borlas a quem apareça nu.

Devido ao sucesso da iniciativa, outros ministérios decidiram replicar com a oferta de taxas de justiça, perdões de multas de trânsito, passagens de ano escolar, perdões de penas de prisão, subsídios de desemprego, baixas médicas de 6 meses, segurança social paga durante um ano para quem passa recibos verdes, abonos de família e rendimento social de inserção. “A minha neta ganhou um emprego de 500 euros durante 3 meses oferecido pelo centro de emprego. Está radiante! E eu ganhei 300 euros em medicamentos na farmácia e ofereceram-me 250 posições na lista de espera para transplante de um rim. Amo os saldos!”, testemunhou uma idosa de 85 anos. JH

Seja fã do Inimigo Público no Facebook

Tópicos

Últimas

Do arquivo